NDRE: a importância da banda RedEdge

Olá amigos do agro digital! Quando falamos em índices de vegetação, lembramos imediatamente o NDVI, que é o índice mais famoso e utilizado na agricultura. Porém, outros índices de vegetação podem ser utilizados de maneira mais eficiente! Hoje, vamos falar sobre a banda RedEdge, e sua importância para o monitoramento e análises agronômicas. Boa leitura!

Assim como o NIR, ou infravermelho próximo, que utilizamos para calcular o NDVI, o RedEdge é um espectro eletromagnético que está na faixa do infravermelho, entre 712 e 722 nm. Essa faixa do espectro não é visível a olho nu, sendo necessário então, utilizar câmeras multiespectrais que são capazes de captar imagens nesse espectro específico, como por exemplo, a RedEdge-M da Micasense.

Com o NDRE, podemos avaliar os teores de clorofila das folhas, vigor de plantas, detectar e determinar focos de estresse (doenças, pragas, entre outros), gerar mapas de aplicação a taxa variável de nitrogênio e validar estratégias de manejo que já tenham sido praticadas. Além disso, uma outra aplicação do NDRE é a detecção de possíveis focos de doenças antes da ocorrência das mesmas.

Um estudo conduzido pelo professor Antonio Ray Asebedo, da Kansas State University (KSU), mostrou que é possível detectar focos de doenças rapidamente através do NDRE! O estudo foi feito na cultura do trigo, e através dos mapas gerados com o auxílio de uma RedEdge-M, foi possível detectar pontos onde as plantas estavam sendo atacadas pelo vírus causador do mosaico comum do trigo. O estudo completo está disponível em http://abre.ai/ndrenotrigo. O texto está no blog da Micasense, em inglês.

Utilizamos o NDRE em estádios fenológicos de maior biomassa, pois a banda RedEdge consegue “atravessar o dossel”, permitindo obter informações do terço médio e inferior das plantas, região onde ocorrem grande parte dos ataques de doenças devido ao microclima ideal para o desenvolvimento dos fitopatógenos que atacam as culturas agrícolas. Tendo essas informações disponíveis, adotar uma estratégia de manejo para controle de doenças torna-se uma tarefa mais ágil e precisa, aumentando a efetividade do controle.

Conheça também a plataforma Mappa de processamento de imagens de drones! Voe, envie e acesse seus mapas de onde estiver! Acesse o link http://abre.ai/dronagromappa, faça seu cadastro e inicie o processamento das suas imagens!

Gostou? Tem alguma dúvida? Escreva pra gente!

WhatsApp bit.ly/dronagro

(55) 9 9682 8530 (Eng. Agr. Guilherme Busanello)

(55) 9 9661 0402 (Eng. Agr. Diego Berté)

contato@dronagro.com.br